quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Quieta! Fique calma!




Assim não posso suportar
Você precisa me ajudar
O que você deseja é insano
Aquilo que almeja não te pertence
Por favor, pare! Respire!
Não piore as coisas
Já é difícil com a calmaria, imagine então com você assim? 
Em ebulição dentro de mim 
Acalma a alma, estou aqui
As vezes o silêncio é o melhor lugar para se estar logo a chuva vai passar.



Naiara Melo

Da série, Fragilidades

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Me encontre na nossa caverna?


Por favor
Aonde a água cai lá fora e somos protegidos por sua cortina transparente
Estou aqui!
Sinto tanto a sua falta
E hoje vejo que a água cai mais rápida
Tudo passa mais rápido
Eu choro, mas você não chega
Você sempre chegava antes que a primeira lágrima pudesse cair
Mas, hoje elas queimam o meu rosto e eu não ligo
Jogo cascas de madeira na fogueira que me ensinou a montar naquele dia
Mas, você não vem
Quem vai segurar minhas mãos e assegurar que tudo dará certo?
Quem vai me abraçar forte enquanto eu tento justificar as minhas atitudes?
A verdade ao mesmo tempo que te liberta, te machuca
Esteja pronto para começar!
Se não quiser se ferir, nem comece a procurar.


Da série, Cidade dos Sonhos

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Promessas



Espero que consigamos 
manter nossa promessa 
de não nos tornarmos 
frios por dentro. 

Naiara Melo