quarta-feira, 26 de abril de 2017

Ele tem a pegada


Mas, não quer ser pego
Odeia rótulos e qualquer tipo de prisão
Seja na mente ou no corpo
Ele nasceu para voar
E não adianta fingir que não sabe disso
Pode se aconchegar no seu abraço
Pode provar do seu beijo
Quando precisar, suas lágrimas podem molhar a sua camisa
Ou seu gozo o chão do seu quarto
Ele vai estar aqui por você, para corrigir seu português e a vida
Vai te emprestar os livros mais preciosos e fazer coisas simples se tornarem eternas
Você pode até imaginá-los juntos, descobrindo todo este Mundo
Mas, não se esqueça que ele não é peça, não é pedaço, apesar de ser um mau caminho
Sabe que viver é a única coisa que pode fazer 
Não tente prendê-lo ele sabe mil e um maneiras de ser livre.

sábado, 15 de abril de 2017

Posso tentar

Juro que estou tentando

Posso fingir, não vejo muitas opções...

Te deixar ir sempre foi tão difícil para mim
Como faço pra você ficar?
Como faço pra você se decidir?
Eu juro que estou tentando
Vou fingir que eu não ligo
Vou tentar não me importar
Mas, eu sei que você está indo por um caminho oposto ao meu.

Naiara Melo

domingo, 26 de março de 2017

Seu corpo se conecta ao meu


E é como se uma onda de eletricidade me percorresse
Tudo é mais lento, profundo e significativo
Acho que esta, seja a melhor forma de estar inteiramente no presente
Fico sem ar, enquanto você me invade e uma sensação de dor e prazer começam a surgir
Você não tem pressa, sinto o seu desejo enquanto me puxa para perto, só quero que me guie
E que estes momentos durem mais e mais até que eu não tenha mais forças para me entregar
Ao mesmo tempo que eu me conheço eu te encontro, como se tudo estivesse conectado
Existe intimidade maior do que conhecer a alma de alguém? 
Respiração ofegante, gemidos reprimidos
Você me carrega no seu colo e eu não consigo mais me controlar...
E quando chegamos ao ápice eu não sei muito bem o que é sonho e o que é realidade
Só sei que ainda estamos conectados
Tento achar seus olhos, você sorri com sacanagem
Tudo isso é muito mais que uma boa foda é a poesia do corpo em sua essência mais pura.

Da série 24 horas de paixão por você

Naiara Melo

quarta-feira, 15 de março de 2017

Do amor não se desiste!



Eu acreditava nisso
Mas depois de tantos tombos
De tantos descontentamentos
Não acredito mais, o amor suporta tudo!
Ele luta, chora, pede, chama, acende, mas quando ele acaba nem lágrimas sobram
Não existem meios termos com o amor, nem intensidade suficiente para defini-lo porque quando se ama alguém não se ama muito, não se ama pouco, se ama e pronto!
 Porque o amor é assim suficiente por si só.

Naiara Melo

segunda-feira, 6 de março de 2017

Aviso: tente não se apaixonar...





Seus braços me puxam para um abraço
Encaixe perfeito
Sinto sua respiração quente
Sua pele me tocando
Agora não tem como, você está no controle
Não sou perfeita e você parece saber bem
Não basta sussurrar um segredo? Tem que descer levemente sua boca por esse caminho imperfeito?
Tento não me mover, não quero estragar o momento
Fecho os olhos e sinto tudo o que eu gosto de sentir, sem medo
Seus braços se abrem e eu toco os meus para disfarçar as sensações sentidas
Vamos de novo? E mais uma vez? Até o mundo sorrir de tanta doçura e vida.

Naiara Melo


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Quieta! Fique calma!




Assim não posso suportar
Você precisa me ajudar
O que você deseja é insano
Aquilo que almeja não te pertence
Por favor, pare! Respire!
Não piore as coisas
Já é difícil com a calmaria, imagine então com você assim? 
Em ebulição dentro de mim 
Acalma a alma, estou aqui
As vezes o silêncio é o melhor lugar para se estar logo a chuva vai passar.



Naiara Melo

Da série, Fragilidades

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Me encontre na nossa caverna?


Por favor
Aonde a água cai lá fora e somos protegidos por sua cortina transparente
Estou aqui!
Sinto tanto a sua falta
E hoje vejo que a água cai mais rápida
Tudo passa mais rápido
Eu choro, mas você não chega
Você sempre chegava antes que a primeira lágrima pudesse cair
Mas, hoje elas queimam o meu rosto e eu não ligo
Jogo cascas de madeira na fogueira que me ensinou a montar naquele dia
Mas, você não vem
Quem vai segurar minhas mãos e assegurar que tudo dará certo?
Quem vai me abraçar forte enquanto eu tento justificar as minhas atitudes?
A verdade ao mesmo tempo que te liberta, te machuca
Esteja pronto para começar!
Se não quiser se ferir, nem comece a procurar.


Da série, Cidade dos Sonhos

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Promessas



Espero que consigamos 
manter nossa promessa 
de não nos tornarmos 
frios por dentro. 

Naiara Melo

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Você me deu tudo!




 Me fez perder o meu mundo

Pensei que seria o melhor
Pensei que estava crescendo, amadurecendo ...
Pensei que você me salvaria
Que o seu amor me salvaria
Mas não!
A mesma mão que dá, tira
A mesma boca que sorri, faz chorar
O mesmo olhar que consola, julga
O mesmo abraço que aconchega, não aquece 
A mesma pessoa que é o amor, já não faz sinônimo 
Você me deu tudo!
Me prometeu um futuro
Mas me perdeu em mim.



Naiara Melo

sábado, 14 de janeiro de 2017

LUA




Não sei se é o brilho, o tamanho ou o magnetismo
Não sei se é você, ela ou ambos
Não sei se é o dia, expectativas, sonhos
Ou o agora. O frio, a coberta, a rede
O balançar suave
O seu brilho me atrai, poderia ficar por horas á te observar
Mesmo distante parece saber tantos segredos meus
Derrame seu brilho sobre mim, quando a escuridão vier me cobrir
Não me encare tanto, posso me apaixonar
Tantas estrelas brilham ao seu redor, tanta sorte a sua de tê-las assim tão perto
Gosto quando você sorri, gosto quando mostra sua grandiosidade, gosto em especial da maneira como chama a atenção sem querer
Amanhã eu voltarei, mesmo que eu demore um pouco eu voltarei

Por favor Lua não se canse de me esperar o seu brilho é o meu lar.

Naiara Melo

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Justificativa




Não sei se é o brilho, o tamanho ou o magnetismo
Não sei se é você, ela ou ambos
Não sei se é o dia, expectativas, sonhos
Ou o agora. O frio, a coberta, a rede
O balançar suave
O seu brilho me atrai, poderia ficar por horas á te observar
Mesmo distante parece saber tantos segredos meus
Derrame seu brilho sobre mim, quando a escuridão vier me cobrir
Não me encare tanto, posso me apaixonar
Tantas estrelas brilham ao seu redor, tanta sorte a sua de tê-las assim tão perto
Gosto quando você sorri, gosto quando mostra sua grandiosidade, gosto em especial da maneira como chama a atenção sem querer
Amanhã eu voltarei, mesmo que eu demore um pouco eu voltarei

Por favor Lua não se canse de me esperar o seu brilho é o meu lar.

Naiara Melo